Lembra que o plano era ficarmos bem?

“Mais uma noite chuvosa de fevereiro e cá estamos nós. Corpos separados, mas as almas sempre juntas. Eu continuo sendo sua e você se mantém sendo meu.

Duas noites atrás, ao receber uma mensagem sua, meu coração se partia em dois.

Magoamos um ao outro. Nossa trilha está cheia de pegadas rancorosa, mas continuamos caminhando juntos – ainda que em pensamento. Somos excelentes, mas a nossa junção do bem e do mal nos afeta e a quem mais estiver ao nosso redor.

E se não tivermos sido boas pessoas durante esses anos e nos encontrarmos perdidos por aí, esperando somente alguém com quem possamos ser nós mesmos de novo?

E se o nosso olhar perdido não desaparecer com o tempo? E se a saudades continuar nos impedindo de dormir a noite? E se eu te amar até o último dos meus dias…?

E se…

Eu continuo sonhando com nós dois. Sonhando acordada, sempre. Desejando que as linhas da nossa história bonita prevaleçam.

Se você voltasse hoje, eu iria até o fim pra te encontrar.

Ahhh, se você voltasse hoje…

Os erros não seriam erros. Faríamos diferente toda vez, e aprenderíamos com todos eles. Seu sorriso não desapareceria da minha memória, e o esboço do seu rosto continuaria intacto. Teríamos filhos, casaríamos naquele sítio (lembra dele?) e seriamos felizes.

Eu te mandaria mensagens de bom dia e seria feliz.

Você seria feliz?”

(originalmente escrito em 18/02/2015)

Anúncios