About time

Somos feitos de erros.

Li isso certa vez.

Achei que nos definiu muito bem.

Nós de fato, somos feitos de erros.

Em um intervalo minúsculo de dois meses conseguimos estragar tudo que nos foi dado pela vida.

Você se arrepende?

Eu acho que não.

Eu me arrependo.

Mas você já sabe disso.

Eu me arrependo e não entendo. Não entendo nós e esses nós que se formaram depois que nos separamos. É tudo confuso e arbitrário. Acho que nunca vou aceitar direito o que houve, por mais que a gente já tenha acertado os pontos mil vezes. Eu defini uns dias atrás que te odiava. Odiava muito. E que você não merecia meu perdão. Mas hoje acabei sentindo sua falta. As saudades as vezes aparece sem avisar né? Eu pensei muito em ti, naquele nosso último dia, nas estrelas que eu nunca mais consegui achar. Me dei conta que eu talvez tenha estragado tudo com toda essa história, mas que disso não me arrependo. Sei que estou fazendo isso por mim, somente. Eu até me permiti ficar um pouco feliz, apesar das saudades imensas que invadem meus pensamentos hora ou outra.

A gente sabia que se perderia dessa forma?

Hoje eu refleti como há tempos não fazia. Lembrei das promessas que foram em vão.

Lembrei do quanto sofri quando você foi embora. O quão foi difícil te olhar partindo, naquele metrô cheio, sabendo que não nos veríamos mais, nunca mais.

Lembrei que prometemos nos falar em todos os natais, daqui até a eternidade, e que provavelmente esse vai ser o primeiro de todos combinados que não vamos cumprir.

O quanto eu te quis de volta, junto com as ligações e os carinhos… E me dei conta que sua presença que me manteve viva naqueles dois meses de horror. Tu foi mais que meu amigo, você sabe não?

Por outro lado, eu nunca cresci tanto como quando paramos de nos falar. A dor foi tão grande. Eu quase não levantava da cama… Ai parei de responder suas mensagens, tentei ignorar sua existência mas chorava todos os dias de saudades. Achei que nunca mais passaria por algo igual. Não acreditava que um dia fosse ficar em paz de novo.

Hoje eu senti saudades de alguém tão sábio me aconselhando…

Eu quase pude me arrepender pelo que fiz com você.

Se eu te encontrasse eu te diria todas as coisas das quais não falei desde que nos vimos pela última vez. Eu te falaria que você me deu um dos grandes presentes da minha vida. Que sempre lembro de você com carinho, ainda que seja em segredo. Que não me importo com o que os outros pensam. Que eu ainda te procuro com o olhar quando vou na rodoviária, que deveria ter respondido sua ultima mensagem, que você é uma das melhores coisas que já me aconteceu. Você me fez crescer como ninguém. Eu devo tanto da minha maturidade a você. Te pediria desculpas por não mandar mensagem no natal e pelo processo iminente que vamos passar em 2017.

A vida seguiu sim. Mas de uma forma tão imprevisível que está cada dia mais dificil.

As vezes eu fico pensando se algum dia eu vou superar…

Você continua me dando forças. Eu sinto. Acredito muito nas coisas boas que estão pra acontecer contigo daqui pra frente. Peço perdão por todas as ruins. E queria que você soubesse que eu te amo muito, por mais que não pareça.

Mas me amo em primeiro lugar.

.

“A solução é ficar de pé e não olhar pra trás.

Todo mundo sabe o que é melhor pra si.

Da sua mão posso me soltar, vai ser melhor assim.

Deixa o tempo te acompanhar.

A tua ausência é quase um favor.”

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s